Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

sábado, 18 de março de 2017

Operação CARNE FRACA






Não sei porque as pessoas estão aterrorizadas...
Não sabem que os únicos que comem carne fresca são os animais predadores que habitam as matas? Eles caçam e já comem a vítima na hora.
Já nas cidades, animais são levados para o abate e percorrem um longo caminho até sua carne chegar nos distribuidores, açougues e em seguida nas mesas.
E todo mundo sabe (ou deveria saber) que assim que é morto, o animal passa a ser um cadáver, e como tal, começa a apodrecer quando suas atividades físicas são encerradas. Quando seus despojos chegam à mesa de quem consome, já se passou um bom tempo.
Logo após a morte, ocorre a formação de uma proteína chamada cadaverina, que é uma amina (fórmula química C5H14N2, também escrita por H2N(CH2)5NH2) molécula produzida pela hidrólise protéica durante a putrefação de tecidos orgânicos de corpos em decomposição. A cadaverina é um dos principais elementos responsáveis pelo odor nauseabundo dos cadáveres.
Por isso a necessidade de utilizarem ácidos, tintas, e outros produtos para maquiar esse efeito de putrefação.
Sem contar o sofrimento que o animal passa desde o nascimento até a hora do abate. São cenas de terror, dantescas, já que o animal é considerado um produto, uma carga, e não um ser vivo que sente dores e tem sentimentos.
Pensem nisso...


Operação Carne Fraca

Nenhum comentário:

Postar um comentário