Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

O que está errado?




 A África vende os grãos que produz para a pecuária e mata a população de fome.

Oitenta por cento dos grãos são produzidos para alimentar animais que vão para o para abate . E florestas são derrubadas para o plantio dos grãos.
Os grãos que alimentam a pecuária salvariam a vida de todos que estão morrendo de fome.
E a carne é vendida para os países ricos.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Vinte e sete mil bovinos saíram do Porto de Santos rumo à Turquia

Fonte: Vista-se



Na cidade de Santos desde a manhã desta segunda-feira (4) batendo de porta em porta do Poder Judiciário com um maço de documentos embaixo do braço, o ativista George Guimarães, presidente da ONG VEDDAS, tentou barrar o maior navio de transporte bovino do mundo.

O navio está no centro das notícias sobre animais nos últimos dias por se tratar de uma megaoperação que envolve 27 mil bovinos. Para entender melhor o caso, leia o que já publicamos a respeito (leia aqui).
Os 27 mil bovinos nasceram no sul do Brasil e foram trazidos para o estado de São Paulo há aproximadamente 50 dias. Durante os últimos 5 dias, eles foram trazidos do interior do estado para o Porto de Santos por mais de 300 carretas em viagens de mais de 600 km. Uma operação logística sem precedentes.
A intenção de George, como ele explica em sua página no Facebook (veja aqui), era impedir que o navio saísse, para causar prejuízo financeiro às empresas envolvidas. “O objetivo obviamente não é pedir por melhores condições para o transporte, mas sim a proibição da atividade, causando assim prejuízo às empresas importadoras e exportadores e, desse modo, tornando não lucrativa a prática.” – explicou George.
Salvar esses animais, infelizmente, seria praticamente impossível. Tanto pela quantidade de animais (obviamente não há tantos santuários), quanto pelos trâmites legais. “O destino desses 27.000 indivíduos sencientes é certo, seja no Brasil ou no exterior. O que podemos fazer é, pelas vias legais, impedir essa etapa adicional de tortura e tornar a atividade menos lucrativa ou inviável para os que poderiam vir depois.” – completou George.
Infelizmente, o intento de George e de outros ativistas que o ajudaram não teve êxito. O navio saiu do Porto de Santos exatamente às 18 horas desta segunda-feira (4). Foram despachados para a Turquia, onde serão mortos segundo as leis do abate Halal, que diz que o animal precisa ser morto ainda consciente com uma faca bem afiada, entre outras regras. É um tipo de abate religioso.
A viagem dos 27 mil bovinos brasileiros até a Turquia, onde serão assassinados, será de aproximadamente 15 dias. O que resta é foco no Poder Judiciário para que os próximos embarques, programados para janeiro, não aconteçam. A movimentação judicial vai continuar.
Se a viagem realmente durar o tempo programado, os animais deverão chegar à Turquia no dia 19/12/2017, data bem próxima das comemorações de Natal.
Em vídeo, George explica o sentimento de ver o navio partir:

Abate Halal

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Tenha um Feliz Natal sem Mortes!

O ser humano não tem paz porque não deixa os outros seres da criação divina em paz...

 Que o Natal seja uma verdadeira festa de amor, paz e compaixão.