Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Abate de animais para consumo humano

 Abate no ritual Halal, quando o animal tem que ser sangrado através de uma faca afiada com um corte no pescoço. Morte lenta e cruel.

 Armas do abate "humanitário".
Lembrando que não existe maneira boazinha de matar. Matar é sempre um assassinato, tirar a vida de um inocente



E o sétimo mandamento diz claramente: "Não matarás", e isso inclui todas as vidas!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Seda Vegana - Fim do sofrimento do bicho-da-seda

Olhar Animal

O fio de seda é fabricado do casulo da lagarta de diversas mariposas. A mais comum é a Bombyx mori, bicho-da-seda da amoreira, que responde por 95% da produção mundial. A sericultura moderna é mecanizada, porém o processo de produção é basicamente o mesmo há 5 mil anos.
A descoberta da seda pelo homem é repleta de lendas. Para Confúcio (551-479 a.C.), a honra coube à imperatriz Hsi-Ling-Shi, em 2640 a.C. Enquanto saboreava o chá da tarde, um casulo do bicho-da-seda teria caído na bebida fervente; a imperatriz percebeu que, amolecido, o casulo poderia ser desenrolado, formando um fio. A lenda é tão fantasiosa que pode até ser verdadeira.
Finalmente o bichinho será liberto do sofrimento secular. A indústria faz o abate colocando o casulo a uma temperatura de 105 graus e a lagarta morre desidratada lá dentro.
Veja aqui como é obtida a seda

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Liberdade!

A felicidade de um touro que viveu a vida toda acorrentado ao ser livre!



Bandit, o touro, é apenas mais um entre milhares de animais que passam a vida toda acorrentados em indústrias e matadouros à espera da “sua vez”.
Nesse vídeo, Bandit finalmente consegue a liberdade após viver trancafiado durante a vida inteira. Ele não se intimida em demonstrar sua gratidão perante Christian, o homem de vermelho, voluntário do santuário Gut Aiderbichl que já resgatou 500 animais de grande porte.
Feliz da vida, o touro chega a pular de felicidade ao se ver livre das correntes. Ele experimenta a sensação de liberdade pela primeira vez.
Assista a esse incrível momento onde Bandit percebe que pode viver em paz, sem dor ou sofrimento.

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Animais e os políticos


Ivana Negri



Nesta última eleição, grupos de defesa dos animais armaram longas discussões, e muitas vezes despejaram palavras agressivas uns sobre os outros, cada um defendendo o seu candidato a presidente.
Muitas brigas à toa, pois isso apenas enfraquece as lutas comuns.
Pois eu digo: nunca nenhum presidente fez nada pelos animais, eles perdem sempre.
Se os humanos são desprezados, imaginem os animais, que nem votam...
O que realmente pode mudar a vida deles, é cada um fazer a sua parte, cobrando dos deputados leis que defendam os animais e fazendo pressão para que sejam aprovadas. Fiscalizar, denunciar, cobrar, ficar sempre atento. E os grupos devem se unir para serem fortes e não brigarem por partidos ou candidatos.
Se cada pessoa não abandonar animais nas ruas,  não for mais em rodeios,  não prestigiar circos e espetáculos que utilizem animais,  não usar produtos que fazem  testes em  bichos e não comer mais a carne deles, certamente a vida dos animais vai melhorar muito!
Não se pode sempre esperar que os outros façam as coisas!
Arregaçar as mangas e fazer a nossa parte é o que fará a diferença e vai certamente diminuir  o sofrimento dos animais.

É isso que faz o mundo mudar!

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

BONITO E PERIGOSO


           


                                                                       Pedro Israel Novaes de Almeida

            A imagem de um canudo plástico sendo retirado da narina de uma tartaruga chocou milhões de pessoas, e desnudou a triste realidade de um progressivo e constante atentado ao meio ambiente.
            O plástico inovou, com sua versatilidade e baixo custo financeiro, o setor de embalagens e composições, trazendo grande conforto à humanidade.  Invadiu cidades, campos, mares e rios, a poucos importando seu efeito cumulativo e destruidor.
            Poucas e localizadas leis não conseguiram diminuir o impacto ambiental gerado pela crescente presença de resíduos plásticos, em nosso meio, e nossos legisladores, em todos os níveis, ainda encontram conforto na omissão, escudados em desprezíveis argumentos de concorrência comercial, inexistência de alternativas prontamente disponíveis e hábitos da população. Dispensam, à questão ambiental, o mesmo desdém que dispensam ao tema dos fogos de artifício barulhentos, tão maléficos quanto dispensáveis.
            Contudo, pesquisas recentes tornam criminosas as omissões legislativas, ao demonstrarem que resíduos plásticos estão sendo encontrados em aves e peixes, e também em grande número de animais, inclusive os humanos. Podemos estar ingerindo minúsculos resíduos plásticos em nossa alimentação diária.
            A poluição causada pela presença de plásticos no meio ambiente é, enfim, reconhecida como uma questão de saúde pública, com consequências que serão, dia a dia, mais explicitadas.
            Apesar da resistência apresentada pelas grandes nações, mais interessadas em manter o estrelato industrial e comercial, a humanidade clama por soluções urgentes e duradouras. O risco imediato à saúde humana enfim trouxe, à seara ambiental, a adesão até daqueles que julgavam que a luta pelo integridade e equilíbrio do meio ambiente era mais romântica que efetivamente necessária.
            Podemos, e devemos, abrir mão dos confortos e facilidades dispensadas pelas embalagens e materiais plásticos, situação que a humanidade experimentou por milênios.
            A utilização de sacos plásticos, em supermercados, já foi proibida e novamente permitida dezenas de vezes, demonstrando a cruel e forte resistência a posturas inovadoras e necessárias. A deseducação e desrespeito humanos fazem com que garis sejam forçados a coletar e sair por aí, equilibrando dezenas de saquinhos plásticos, contendo lixo, até mesmo em residências suntuosas, cujos proprietários podem, com facilidade, adquirir embalagens maiores.
            A reciclagem, como nunca, deve ser estimulada, cabendo às prefeituras disponibilizarem barracões, prensas e caminhões, facilitando a atividade. A correta destinação do lixo urbano, incluindo resíduos sólidos, deve ser prioritária.
            Materiais existem, como tecidos, papéis e outros materiais mais facilmente decomponíveis. Falta educação e atitudes, públicas e privadas.


Tartaruga com canudo plástico no nariz

sábado, 27 de outubro de 2018

Resgataram um animal da lama e só viram o que era depois de limpo

Olhar Animal
Fonte: Boa Informação / Bored Panda
Um animal misterioso foi encontrado em meio a lama pelas ruas de Londres, Inglaterra, e só após de limpo conseguiram identificá-lo.
Inicialmente, a equipe de resgate pensou ser um filhote de cão, mas após descobriu que não era.
O animalzinho se tratava de uma linda raposa vermelha que após de limpa já estava pronta para voltar para a natureza.
Abaixo, você pode conferir algumas imagens.
Vejam só:
 Irreconhecível
 Após o banho...
Uma linda raposinha vermelha!



quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Brasil aprova declaração que proíbe caça comercial às baleias

Uma grande vitória!
O Brasil acaba de aprovar a Declaração de Florianópolis, que reafirma a proibição da caça comercial de baleias. Declara o Atlântico Sul como região de interesse especial para a conservação e uso não-letal de baleias, e determina o redirecionamento de recursos e prioridades da Comissão Internacional da Baleia para temas de conservação. Uma vitória histórica!
A proposta foi redigida pelo Instituto Baleia Jubarte.
Na prática, com a aprovação da declaração, a proposta japonesa de liberar a caça comercial, que ainda será votada, não será aprovada por já ter insuficiência de votos. Isso porque a Declaração de Florianópolis reafirma e deixa claro que a comissão tem maioria favorável à moratória.






terça-feira, 4 de setembro de 2018

Liberte-se desse vício!


Ficou chocado?
Pé de porco, pé de frango, pé de gente, não tem diferença, são partes do corpo de seres criados pelo mesmo Deus!
Carne é tudo igual, não coma, liberte-se desse vício! Seu corpo e espírito vão agradecer ...

domingo, 2 de setembro de 2018

Eleições 2018: candidatos comprometidos com a causa animal



Veja aqui os candidatos comprometidos com a causa animal

Lista elaborada pelo VISTA-SE

IMPORTANTE:

• Os candidatos abaixo declaram trabalhar pela causa animal.
• Não significa necessariamente que o Vista-se conheça e confie em todos eles.
• É imprescindível que você faça pesquisas e decida por conta própria em quem votar.
• A lista abaixo traz um campo de pesquisa no qual você pode procurar por um estado, um cargo ou mesmo pelo nome de candidatos.
• Também é possível organizar os candidatos por ordem alfabética, por cargo pretendido, por estado ou por suas respostas “sim” ou “não” em relação a serem veganos.
• Nós abrimos inscrições por uma semana para montar essa lista. Caso queira incluir novos candidatos, por favor, preencha o seguinte formulário (abra aqui).