Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

sábado, 4 de outubro de 2014

Se os animais pudessem falar...



Carta aberta ao Homem
   Ivana Maria França de Negri

Não temos voz, não temos vez, a nós só resta aceitar calados nossa sina milenar.
No dia de hoje, uma boa fada tornou real nosso desejo de obtermos, mesmo que por breve momento, o dom humano de falar e de nos expressarmos através da escrita, para contar o que vai na nossa alma – temos alma, sim, um pouco mais rudimentar, mas temos!
Tudo começou como descrevem as Sagradas Escrituras. No princípio Deus criou o céu, a terra, a luz, os astros, as águas, toda exuberância do verde, e viu que tudo era bom. Depois, colocou nesse paraíso encantado, animais e humanos, moldando estes últimos à sua imagem e semelhança, ordenando que vivêssemos em harmonia. Somos, humanos e animais, feitos igualmente de carne, ossos, sangue, temos um coração que pulsa na mesma cadência, um corpo que sente dores e um cérebro pensante.
Com o passar do tempo, vocês, homens, foram dominando as outras criaturas com as quais dividem o planeta, declarando-se os verdadeiros donos de tudo. Para provar sua superioridade, passaram a se alimentar de nossa carne, beber o leite destinado aos nossos filhos, a arrancar nossa pele, ossos, couro, dentes e também obrigou-nos a usar nossa força natural para trabalhar para vocês. Nunca nos rebelamos, ao contrario, aceitamos esse destino cruel em troca de alimento e da sua companhia.
Só que ainda não era o bastante. Vocês passaram a nos escravizar, maltratar e a utilizar nossos corpos em macabros rituais e em dolorosas experiências nos seus laboratórios, em nome da ciência. Um instinto sádico aflorou na raça humana, que passou a aprisionar em gaiolas as aves canoras e elas nunca mais puderam usar as asas. Inventaram torturas o que denominaram de esporte e diversão, mas para nós é motivo de sofrimento e dor: caça, pesca, tourada, rodeio, vaquejada, circo, briga de cães, rinha de galos. Saibam que não gostamos de brigar, mas vocês nos treinam para isso.
Nossa vida não vale quase nada para vocês. Não nos devotam nenhum respeito, mesmo sabendo que sem nós, a espécie humana seria extinta.
Ah sim, existem alguns humanos especiais, que nos amam e respeitam, e a esses somos muito gratos. Eles nos defendem e até criaram alguns direitos para nós. Mas são discriminados pelos outros que os chamam de tolos defensores de desprezíveis irracionais.
Só que o mundinho de vocês, ao invés de melhorar, está cada vez pior. Há brigas e disputas em jogos sujos e violentos. Surgem milhares de inventos a cada ano, aparelhos eletrônicos, máquinas sofisticadas que fazem de tudo e trabalham por vocês. Conquistaram até o espaço, mas ainda não conseguiram ter paz e nem sentir a verdadeira felicidade. Tudo tem um preço, e o deus que cultuam e buscam pela vida toda, até morrem por ele, tem o esquisito nome de “dinheiro”. Seus corações se embrutecem cada dia mais. Se entopem de nicotina, de drogas, de bebidas e nada os satisfaz. A fome, dor e miséria dos outros não incomodam vocês. Entorpecidos, na selva de concreto e plástico que criaram, cercados de grades e cadeados, parecem zumbis. O medo e a violência imperam. 
Perdoem-nos, mas na nossa ignorância animal, sentimos que a felicidade está nas coisas simples que vocês foram esquecendo ao longo da sua evolução na terra. E seus olhos ambiciosos já não mais enxergam um nascer do sol, a beleza das flores e nem sentem o seu inebriante perfume. Não vêem o brilho da lua e das estrelas e não se contaminam com a alegria das crianças. Acham tudo isso perda de tempo e vão extinguindo diversas espécies de animais, derrubando árvores, poluindo as águas que ainda restam límpidas e, principalmente, vão se esquecendo do verdadeiro significado do verbo amar.
E a paz só brota no coração de quem ama.
Nós, irracionais, não precisamos do seu deus de papel, e sim do Deus que vocês esqueceram.             Por isso, apesar de tudo, somos mais felizes que vocês. Talvez seja esse o grande segredo e o caminho da sonhada paz que os homens tanto procuram... Assinado: Os animais.


Oração dos Animais

Nenhum comentário:

Postar um comentário