Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

quarta-feira, 18 de julho de 2012

DEPOIMENTO EXCLUSIVO DE UM ALUNO DO TERCEIRO ANO DE MEDICINA DA UNISA (UNIVERSIDADE SANTO AMARO)


Por motivos óbvios, sua identidade não será revelada.

FP: no curso de medicina da UNISA vcs realizam vivissecção em qual ano e com qual frequência?
aluno: somente no terceiro ano, todas às sextas feiras.
FP: quantos cães são utilizados nas aulas?
aluno: atualmente de 8 a 9 cães.
FP: pq. atualmente?
aluno: até 2004 o número de animais era o dobro. De 16 a 17 cães por aula.
FP: qual o pior momento da aula?
aluno: o pior momento é quando eu vou buscar o cão no biotério. Já chorei várias vezes.
FP: como reagem os cães quando são buscados no biotério?
aluno: alguns ficam alegres com a nossa visita, abanam o rabo, acreditam em nós (esse é um dos momentos em que chorei), outros, parece que sabem o que vai acontecer e lutam pela sobrevivência. Reagem à nossa presença em sinal de defesa.
FP: como é o biotério?
aluno: um lugar muito parecido com um ccz. Tem o clima daquele lugar
FP: qual o nome dado a essas aulas e o tempo de duração?
aluno: técnica cirúrgica e bases da anestesiologia. Normalmente as aulas transcorrem das 9,30 às 13,30 horas
FP: quais os tipos de cirugia que o animal é submetido?
aluno: retirada de apêndice intestinal, parte do rim, parte do estômago,fígado, indução de parada cardíaca...
FP: quantas pessoas manuseiam o animal?
aluno: 4 pessoas
FP: alunos?
aluno: sim, 4 alunos supervisionados pelos professores.
FP: No final da aula, qual o destino dado ao animal?
aluno: ele é eutanasiado.
FP: alguma vez você presenciou um cão acordando da anestesia e com o corpo ainda aberto?
aluno: não, isso nunca acontece.
FP: alguma vez você ouviu algum professor comentar sobre métodos
alternativos?
aluno: sim, uma única vez no início do curso.
FP: ele disse porque razão para não usa os métodos alternativos?
aluno: disse, comentou que na Europa já se utilizavam modelos biológicos mas que no Brasil ficava inviável por causa dos altos custos.
FP: quantos alunos tem no seu curso de medicina e quanto você paga por mês?
aluno: o curso tem 480 alunos e eu pago R$ 2.300,00 por mês.
FP: 480 X R$ 2.300 é igual a R$ 1.104.000,00 por mês, você não acha que a faculdade ganha muito dinheiro para se negar a investir em métodos alternativos?
aluno: com certeza.
FP: você sabe que em S.Paulo tem uma lei que proíbe o CCZ de enviar animais para as instituições de ensino?
aluno: Sim, já ouvi dizer
FP: você sabe então, de onde vem os cães da UNISA?
aluno: já ouvi dizer que vem de Araraquara e do CCZ de Diadema, foi até um aluno por intermédio do pai dele que conseguiu isso para a faculdade.
FP: qual a raça e idade dos cães utilizados nas aulas?
aluno: viralatas, a idade varia. Tem desde filhotes até cães idosos. Uma vez durante a aula em que uma cadela estava sendo operada, notei que ela estava grávida. Dava prá sentir os filhotes no útero.
FP: alguma vez, você presenciou algum colega seu que não quizesse participar da aula e foi coagido?
aluno: não, nunca, mas já houve casos do professor dizer que você não pode faltar e se faltar a turma toda seria penalizada.
FP: então, isso não é uma forma de coação?
aluno: com certeza.
FP: você acha realmente fundamental esse tipo de aula para o seu
aprendizado?
aluno: a única coisa que realmente importa, é você aprender a lidar com intercorrências do tipo parada cardiorespiratória. O resto é desnecessário.
FP: você pretende se especializar em que?
aluno: cirurgião
FP: como você acha que vai se sentir quando tiver que operar um humano pela primeira vez?
aluno: nervoso, despreparado, completamente inseguro.
FP: isso significa dizer que as aulas de técnicas cirurgicas onde se
utilizam animais de nada adiantam?
aluno: praticamente sim
FP: você tem cães de estimação na sua casa?
aluno: sim, tenho 3
FP: e como você reagiria se entrasse na aula de técnica cirurgica e
encontrasse um deles sobre a mesa?
aluno: não dá nem prá imaginar
FP: para encerrar a entrevista, gostaria que você definisse a vivissecção
aluno: uma coisa muito cruel, estamos profanando o direito de viver de outros seres em nosso benefício próprio.
Bem meus amigos, este é apenas um caso. Imaginem 8 cães eutanasiados todas às sextas feiras durante sete meses. Isso significa dizer: 224 cães por ano. Num único curso e numa única universidade.
Um curso com 480 alunos que pagam em média R$ 2.300,00 e a faculdade acha caro os custos para se investir nos métodos alternativos.

OBSERVAÇÃO:
Esta entrevista foi realizada há cerca de um ano atrás.
Recentemente fui procurado pelo aluno alegando que atualmente a faculdade substituiu os cães por porcos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário