Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

sábado, 26 de setembro de 2015

AS MARIAS DO RODOANEL



AS MARIAS
SERIA A ÚLTIMA VIAGEM
O EPÍLOGO DA GRANDE DOR
DA CARRETA DA AGONIA
PARA A SALA DO HORROR
A CARGA VIVA, ABARROTADA
OLHOS DE SÚPLICA E DE MEDO
POIS NESSE FILME, O EGOÍSMO
ESCREVE EM SANGUE O ENREDO
VIDAS VIVIDAS SEM AFETO
COISIFICADAS SEM PUDOR
PRA HUMANIDADE ENTORPECIDA
SE ALIMENTAR DE DESAMOR
MAS, NO ”SEM PARAR”, PAROU
SEM QUERER TOMBAR, TOMBOU
GRITOS, DESESPERO, MORTE
ALERTA, AUXÍLIO, SORTE
E OS GRITOS ECOARAM
O DESESPERO COMOVEU
E A CARGA CONDENADA À MORTE
DA ESTRADA FRIA RENASCEU
GUERREIROS FEITOS DE AMOR
SURGIRAM PRONTOS PARA A AÇÃO
AS MÃOS DE LUZ ESTAVAM ÁVIDAS
POR SE ARMAR DE COMPAIXÃO
VIMOS, ENFIM, A GUERRA SANTA
DUM LADO, A TRISTE TRADIÇÃO
DO OUTRO, A CHAMA DO FUTURO
QUE PRENUNCIA A EVOLUÇÃO
E O GRITO ECOOU
NA ALMA “SURDA”, QUE CHOROU
E O OLHAR CEGO DE VERDADE
VIU O QUE É REALIDADE
HÁ UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL
E POR QUEM NÃO SOBREVIVEU
NA MORTE EM CENA TÃO MARCANTE
O EGO FRIO SE COMOVEU
É A NATUREZA REAGINDO
SIM, HOUVE PERDAS, HOUVE DANOS
MAS O MILAGRE DA TRAGEDIA
REVELOU HOMENS HUMANOS
SUAVE SOPRO DE ESPERANÇA
E O DITO TÃO CONVENCIONAL
“ESCREVE DEUS POR LINHAS TORTAS”
NUNCA MOSTROU-SE TÃO REAL
NO BARRO, AGORA, CHAFURDA A ALEGRIA
DO OLHAR QUE, ENFIM, CONTEMPLA O DIA
E O SOL AQUECE LÁ DO CÉU
NOSSAS MARIAS DO RODOANEL

Nenhum comentário:

Postar um comentário