Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Gatos do Cemitério da Saudade (Piracicaba) são mortos

No início do ano, 370 gatos viviam no cemitério da Saudade
(Foto: Claudio Coradini/Da Gazeta de Piracicaba)

Protetores de animais denunciam que pelo menos 50 gatos foram mortos no cemitério da Saudade em Piracicaba nos últimos 30 dias. Na segunda-feira (17), voluntários da Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais (SPPA) fizeram a denúncia na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e informaram que irão fazer uma representação contra a administração do cemitério no Ministério Público. 

De acordo com a voluntária Elcian Granado, na madrugada de segunda-feira, dois gatos foram encontrados mortos, aparentemente, por um cão. 'Eu peguei outros dois gatos que morreram no cemitério há alguns dias e levei para fazer necrópsia. Um deles foi morto a pauladas o outro foi vítima de um cachorro. Nós queremos saber que cachorro é esse e por onde ele está entrando', comentou. 

Segundo ela, já foi feita denúncia na administração do cemitério e na Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), responsável pelo cemitério. 'Até no gabinete do prefeito já liguei explicando o problema, porque estamos fazendo um trabalho para que os gatos do cemitério tenham uma vida digna. Mais de cem animais foram castrados e pegamos todos os filhotes e conseguimos doar', contou. 

Suspeitas
Há cerca de 15 dias, os protetores desconfiavam que um cachorro estivesse entrando no cemitério por uma abertura no muro, provocada pelo conserto da rede de esgoto que fica entre a área do velório e o cemitério, mas foi conversado com a empresa e o local foi fechado com chapas de aço. 'Não sabemos se alguém está levando o cachorro ou se ele pula o muro que é baixo também. O fato é que os gatos, mesmo espertos, não estão conseguindo fugir'. 

Elcian contou que os voluntários encontraram o corpo de 50 gatos, mas acreditam que há muitos outros. 'Temos sentido falta de muitos gatos que ficavam mais no fundo do cemitério. Os da entrada permanecem todos. Os que estão morrendo ficam nas áreas mais distantes do cemitério'. 

Para tentar flagrar o cão, os voluntários formaram um grupo e fizeram uma vigília na madrugada de sexta para sábado. 'Ficamos das 19 horas às três da manhã e nenhum cão apareceu, mas ele voltou a matar na madrugada de anteontem', lamentou. 

O caso está sendo divulgado em uma rede social na Internet e tem causado muita indignação. De acordo com Elcian, os voluntários contaram no início do ano, cerca de 370 gatos no cemitério e desde então, a SPPA tem realizado um trabalho de castração e campanha para arrecadar alimentos para eles. 'Na quinta-feira, na campanha, conseguimos 300 quilos de ração para agora vir alguém e fazer essa crueldade'. 

Outro lado
Sobre a denúncia da SPPA, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura explicou que a responsabilidade sobre a administração dos cemitérios da cidade é da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, e que o tema gato está 'afeito ao Centro de Controle de Zoonose, a quem a Sedema recorre sempre que necessário.' 

Observa ainda que há alguns anos, a Prefeitura tenta resolver a situação de forma definitiva. Já chegou a retirar os gatos e encaminhou-os para adoção. Outra medida foi o fechamento dos portões laterais e a instalação de concertinas sobre os muros. 

'Estas medidas, no entanto, não impediram que as pessoas voltassem a levar os gatos e deixá-los ali, numa ação que acontece com frequência e na maioria das vezes à noite. Por outro lado, os gatos são alimentados por pessoas ou entidades protetoras de animais, permanecendo ali. Do ponto de vista da Sedema, os gatos convivem em paz com os funcionários que já se habituaram com a presença deles lá, havendo até casos de adoção'. 

'Sobre esta situação recente, envolvendo a morte dos bichanos mordidos por cachorros ou por ação de alguma pessoa, a Sedema lançará mão de algumas medidas de ordem prática como registrar Boletim de Ocorrência e solicitar à Guarda Municipal a intensificação das rondas no entorno do Cemitério da Saudade.' 

A Assessoria diz mais: 'A posição do Centro de Controle de Zoonose/Canil Municipal é determinada por lei: eles não fazem recolhimento de animais saudáveis, apenas de animais doentes e abandonados em vias públicas. Entre os projetos realizados pelo Canil, estão as castrações e a ajuda no tratamento desses animais. Com relação aos animais que estão doentes, a solicitação deve ser feita via 156 que as encaminha ao CCZ, e os profissionais tomam as providências necessárias.' 

'Aos funcionários e frequentadores do Saudade, o CCZ recomenda que para a própria segurança dos bichanos, eles não sejam alimentados já que assim, buscarão outro lugar para viver. É importante também que sejam encaminhados para castração.


GAZETA DE PIRACICABA


Sempre tem gente do Bem, como o protetor Moisés Perecin, para dar sua contribuição!!!

Amigos protetores: coloquei um cordão de nylon no portão e nas grades laterais para impedir o acesso da cachorra esta noite/madrugada. Espero que essa noite nossos amigos bichanos tenham brincadeiras tranquilas, um soninho reparador, já que estão com a barriga cheia de comida, graças ao Sérgio, Elcian, SPPA e aos que doaram ração. Assim, enquanto não conseguimos resolver a situação definitivamente, pelo menos tentamos impedir que mais amigos peludos sejam mortos. Boa noite, que estou bem cansado. É um imenso prazer, uma felicidade indescritível partilhar essa dádiva, que é gostar de animais. 


Esse é o cão que estava matando os gatinhos do cemitério...Que sensação esquisita, ao mesmo tempo em que fico com pena desse cachorro sendo capturado, penso nos gatos estraçalhados...
E quem são os verdadeiros culpados e que nunca são punidos? Quem ABANDONA animais no cemitério!!! São essas pessoas irresponsáveis que criam o problema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário