Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

sexta-feira, 25 de maio de 2012

EXTERMINIO DE JUMENTOS EM JUAZEIRO/ CE



por Geusa Leitão

É comum turistas e visitantes presenciarem maus tratos a animais em cidades interiornas do Ceará e até mesmo na Capital. Ao voltarem para suas cidades de origem, procuram protetores de animais sobre a possibilidade de protetores de animais do Ceará adotarem providências para coibir a crueldade e sou procurada para fazê-lo. Ocorre que a Uipa do Ceará, só posssui uma peessoa: EU, Geuza Leitão. Não tenho uma única pessoa, um voluntário que me ajude. O que existe aqui são grupos que dão assitência a cães e gatos, mas precisando de justiça sou eu a resolver. Já consegui inúmeras e relevantes vitórias em prol dos animais, mormente do jumento, fato que é do conhecimento de protetores de animais de todo o País e até de alguns do exterior.

Ocorre que eu tenho que ir atrás dos órgãos públicos para fazê-los cumprir o seu papel. Nenhum advogado aqui conhece as leis de proteção aos animais, posto que não se interessam. Em novembro 2012, completará 23 anos que luto na defesa dos animais, numa luta solitária, desgastante, Tenho 68 anos e idade, sete filhos, 12 netos 2 bisnetos e uma mãe de 92 anos de idade.Em agosto de 2013 me aposentarei, pois sou funcionária pública, divorciada, tenho que manter minha casa. Não recebo um centavo nem do Estado, Prefeitura e população, ou seja de ninguém.

Quanto aos jumentos há 7 anos tenho um livro SUA EXCELÊNCIA, O JUMENTO que não consigo editar, pois não encontro pa trocinador nem tenho recursoss para publicá-lo. Contudo, nem mesmo o Padre Vieira já ajudou tanto esse animal quanto eu.
Em 2003 no municípo de Quixeramobim, nos currais do DERT (órgão responsável pela captura e destinação dos animais enterraram num período de mais de um ano VIVOS mais de dez mil jumentos. Quando soube alardeei na imprensa, briguei com governador etc. e foram suspensas essas crueldadea sem tamanho. Como "solução" o governador,à época Lúcio Alcântara, fez um abatedouro de jumentos para exportar carne para Bélgica, Japão e Holanda, além da consumida aqui e com indústrias com ossos (artesanato e couro (sapatos, bolsas, cintos etc). 
Lutei desesperadamente com o apoio da OAB (meu sobrinho era presidente da instituição) e Ministério Público (nenhum voluntário me ajudou) e terminei fechando essa obra grandiosíssima que muitos esperavam ganhar muito dinheiro com o abate do jumento (e ainda chegarm a ganhar). 
A luta continuou, jumentos nas estradas provocando acidentes, consegui que o próximo governador designassse uma fazenda muito grande em Santa Quitéria para os animais apreendidos (agora pelo Detran/CE) para abrigar os jumentos. Num clima quente como o nosso, muitos morrem de fome e muitos corrruptps estão a ganhar dinheiro com o abate de jumentos para consumo da carne. 
No momnento dez mil jumentos se encontram nesta fazenda que tem dois açudes, mas a alimentação é precária. Fui lá com o MP e vimos muitas carcaças de jumentos, muitos doentes. Um cineasta está fazendo um documentário (um curta) para ir para o festival de cinema ostrando a realidade da situação dos jumentos no Ceará.
Dei muitas entrevistas e indiquei a fazenda de jumentos para eles fazerem o documnetário, em breve estará pronto. Resumindo, não posso ajudar animais de um por um, minha luta é política, faço audiencias públicas na Asssembléia e Câmara dos Vereadores. Corro sozinha atraás dos órgãos públicos para que cumpram seu papel. Sequer possso dirigir e, mesmo que pudesse, não posso dar conta de sozinha cuidar de animais de toda espécie, nem mesmo dentro de Fortaleza, quanto mais em outras cidades.

No tocante a Juazeiro, onde um jumento estava sendo maltatado, nada posso fazer, é uma cidade longe de Fortaleza, não conheço ninguém lá, as autoridades não cumprem seu papel, as pesssoas são insensíveis e como esse jumento eixstem milhares na mesma situaçõa. 
No CCZ daqui é proibido entrar animal de grande porte, só pode cães e gatos, quando um animal de grande porte está sofrendo muito, atropelado até por trem , agonizando, providencio um veterinário para eutanasiá-lo. S eu não fizer isso, ele morre à míngua no sol quente sem nenhuma pessoaa que o acuda. 
Espero ter esclarecido minhas limitações e minhas desculpas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário