Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

VAI UMA ÁRVORE MAL PASSADA AÍ ?


"Nossas florestas estão sendo servidas nas churrascarias e nos pratos do Brasil e do mundo. No lugar de árvores, pastos. E deles é que sai boa parte da carne exportada e praticamente toda a carne distribuída pelo País.
Há muito tempo já ouvimos falar dos sérios problemas ambientais decorrentes do uso incorreto da Amazônia, do Cerrado e de biomas que sofrem extrativismo irresponsável. Porém, das duas uma: ou fechamos os olhos, selamos os lábios e tapamos os ouvidos; ou enxergamos, falamos e ouvimos a respeito, mas nos sentimos impotentes e deixamos como está para ver como fica.
Não é fácil mudar o que está nas mãos do poder público, mas é simples fazer novas escolhas. 
Você já parou para pensar o quanto é forte e poderoso enquanto consumidor? 
Um produto só tem lugar nas prateleiras do supermercado porque tem quem o tire de lá e o leve para casa. Da mesma maneira, a pecuária destrói nossas florestas porque há quem compre carne aos montes. Parece um exagero que, ao preferir os vegetais, você poupe a Amazônia? 
Então, considere isso:
- O último levantamento do Projeto TerraClass, em parceria com o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), comprova que, a cada pedacinho de bife do almoço, grelhadinho do jantar ou o churrasquinho no fim de semana, mais um pedação da Amazônia desaparece. Dos 719,2 mil quilômetros quadrados (km2) desmatados, 447 mil são de pastos atrás de pastos e atividades pecuárias, números que representam alarmantes 62% de toda a área mapeada.
De 2010 para 2011, segundo dados do sistema de alerta do INPE, divulgado em novembro deste ano, e com vistoria acirrada do Greenpeace, houve aumento de 70% do desmatamento em Mato Grosso.
Estado que, não à toa, possui o maior rebanho bovino do Brasil, confirmado pelo último Censo Agrícola do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 
São 28,7 milhões de animais paridos e criados para serem transformados em mercadorias. E tem mais um dado de extrema importância. A CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento) acaba de divulgar o levantamento intitulado “Acompanhamento da Safra Brasileira”, no qual mostra que Mato Grosso é duplamente recordista. O estado também aumentou em 330 mil hectares suas áreas destinadas para a plantação de soja. E engana-se quem pensa que sua colheita seja para alimentação humana. Ao menos 80% de toda a produção do grão são para alimentar o gado. E gado estrangeiro também, diga-se de passagem.
Hoje, com a discussão do novo código florestal, é bastante comum que os meios de comunicação abram espaço para informações e debates sobre o desmatamento, mas conte nos dedos quantas vezes você ouviu uma grande emissora de televisão ou de rádio; um portal de notícias renomado; um jornal de grande tiragem ou uma revista semanal de circulação nacional, expor todos os dados citados acima e uni-los como a um quebra-cabeça, para te contar que a solução está no seu prato, está nas suas escolhas, nos seus hábitos e nas suas atitudes. 
Ao contrário disso, a banalização do consumo de carne faz parte, inclusive, das novelas e seus banquetes ou churrasquinhos populares e em receitas cada vez mais cruéis em programas diários, com carnes de animais considerados exóticos e até mortos ao vivo. Em consequência, quem recebe este conteúdo se torna ainda mais insensível e com menor senso crítico para discernir se comer animais é certo ou não. 
Afinal, seguir o que a maioria faz é sempre muito mais cômodo e a força da publicidade de produtos decorrentes da morte de animais é absurdamente forte e bem feita. 
Gastam-se fortunas para manipular a sua mente e te fazer crer que, se você vir a se abster da carne e de produtos de origem animal, será fraco e anêmico. Balela desmentida por pesquisas, médicos, atletas e crianças que crescem saudáveis e absolutamente normais com uma dieta vegana, sem nada de origem animal.
Apesar de o crescimento do vegetarianismo no Brasil e no mundo, e de percebemos maior espaço na mídia para o assunto, é raro que o associem diretamente como um dos grandes trunfos contra os efeitos das mudanças climáticas e os impactos negativos ao meio ambiente. Antes a dieta que era diretamente ligada aos hippies e aos ‘bichos-grilos’, hoje comumente é tida como um estilo de vida para benefícios à saúde, ao bem-estar e, até, como uma opção para perder peso, quando o ideal é que estivesse ligada a quem busca os direitos dos animais e mais harmonia com o planeta.
Contudo, nenhum argumento usado na maioria das campanhas em prol da Amazônia é tão importante quanto um olhar mais crítico sobre a pecuária. Abastecida de informação e consciência, cada pessoa pode fazer a diferença. É só querer."

Por Paula Schuwenck
Publicitária, escritora e vegana.

Fonte: europanet.com.br

domingo, 23 de setembro de 2012

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Luta pela VIDA


A velha árvore da vida
Essa imagem poderia simbolizar a luta pela existência de todas as coisas vivas.
A árvore tem perdido terreno, mas ainda tenta se agarrar à vida em um equilíbrio quase impossível.

Um instantâneo que convida à reflexão neste dia da árvore.

(Autor e local desconhecido)

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Mac Donald Vegetariano na Índia




Fast-food McDonald gigante vai abrir dois restaurantes completamente vegetarianos na Índia em 2013. Catering para a maioria muçulmana e hindu, as saídas estão programadas para abrir próximos dois locais de peregrinação em Amritsar e Katra.

Parece incoerente que o restaurante que inventou o duplo-carne patty abriria um local vegetariano, mas na Índia, onde grande parte da população se abstém de carne para fins religiosos, um McDonald sem carne faz sentido. A oferta de menu nos locais existentes na Índia já é vegetariano de 50 por cento, e já que as vacas são sagradas para os hindus e os muçulmanos não comem carne de porco, vai vegetariano na Índia não é tão drástica como pode parecer.

Enquanto isso, os EUA, os vegetarianos estão ainda à espera de McDonald para fazer sua batata frita livre de produtos de origem animal. Infelizmente, abrindo um vegetariano McDonald na Índia parece ser uma decisão rigorosa de negócio com base na demanda, e não parecem indicar nenhuma mudança na abordagem corporações opções sem carne ou saudável na América.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Gatos do Cemitério da Saudade (Piracicaba) são mortos

No início do ano, 370 gatos viviam no cemitério da Saudade
(Foto: Claudio Coradini/Da Gazeta de Piracicaba)

Protetores de animais denunciam que pelo menos 50 gatos foram mortos no cemitério da Saudade em Piracicaba nos últimos 30 dias. Na segunda-feira (17), voluntários da Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais (SPPA) fizeram a denúncia na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e informaram que irão fazer uma representação contra a administração do cemitério no Ministério Público. 

De acordo com a voluntária Elcian Granado, na madrugada de segunda-feira, dois gatos foram encontrados mortos, aparentemente, por um cão. 'Eu peguei outros dois gatos que morreram no cemitério há alguns dias e levei para fazer necrópsia. Um deles foi morto a pauladas o outro foi vítima de um cachorro. Nós queremos saber que cachorro é esse e por onde ele está entrando', comentou. 

Segundo ela, já foi feita denúncia na administração do cemitério e na Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), responsável pelo cemitério. 'Até no gabinete do prefeito já liguei explicando o problema, porque estamos fazendo um trabalho para que os gatos do cemitério tenham uma vida digna. Mais de cem animais foram castrados e pegamos todos os filhotes e conseguimos doar', contou. 

Suspeitas
Há cerca de 15 dias, os protetores desconfiavam que um cachorro estivesse entrando no cemitério por uma abertura no muro, provocada pelo conserto da rede de esgoto que fica entre a área do velório e o cemitério, mas foi conversado com a empresa e o local foi fechado com chapas de aço. 'Não sabemos se alguém está levando o cachorro ou se ele pula o muro que é baixo também. O fato é que os gatos, mesmo espertos, não estão conseguindo fugir'. 

Elcian contou que os voluntários encontraram o corpo de 50 gatos, mas acreditam que há muitos outros. 'Temos sentido falta de muitos gatos que ficavam mais no fundo do cemitério. Os da entrada permanecem todos. Os que estão morrendo ficam nas áreas mais distantes do cemitério'. 

Para tentar flagrar o cão, os voluntários formaram um grupo e fizeram uma vigília na madrugada de sexta para sábado. 'Ficamos das 19 horas às três da manhã e nenhum cão apareceu, mas ele voltou a matar na madrugada de anteontem', lamentou. 

O caso está sendo divulgado em uma rede social na Internet e tem causado muita indignação. De acordo com Elcian, os voluntários contaram no início do ano, cerca de 370 gatos no cemitério e desde então, a SPPA tem realizado um trabalho de castração e campanha para arrecadar alimentos para eles. 'Na quinta-feira, na campanha, conseguimos 300 quilos de ração para agora vir alguém e fazer essa crueldade'. 

Outro lado
Sobre a denúncia da SPPA, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura explicou que a responsabilidade sobre a administração dos cemitérios da cidade é da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, e que o tema gato está 'afeito ao Centro de Controle de Zoonose, a quem a Sedema recorre sempre que necessário.' 

Observa ainda que há alguns anos, a Prefeitura tenta resolver a situação de forma definitiva. Já chegou a retirar os gatos e encaminhou-os para adoção. Outra medida foi o fechamento dos portões laterais e a instalação de concertinas sobre os muros. 

'Estas medidas, no entanto, não impediram que as pessoas voltassem a levar os gatos e deixá-los ali, numa ação que acontece com frequência e na maioria das vezes à noite. Por outro lado, os gatos são alimentados por pessoas ou entidades protetoras de animais, permanecendo ali. Do ponto de vista da Sedema, os gatos convivem em paz com os funcionários que já se habituaram com a presença deles lá, havendo até casos de adoção'. 

'Sobre esta situação recente, envolvendo a morte dos bichanos mordidos por cachorros ou por ação de alguma pessoa, a Sedema lançará mão de algumas medidas de ordem prática como registrar Boletim de Ocorrência e solicitar à Guarda Municipal a intensificação das rondas no entorno do Cemitério da Saudade.' 

A Assessoria diz mais: 'A posição do Centro de Controle de Zoonose/Canil Municipal é determinada por lei: eles não fazem recolhimento de animais saudáveis, apenas de animais doentes e abandonados em vias públicas. Entre os projetos realizados pelo Canil, estão as castrações e a ajuda no tratamento desses animais. Com relação aos animais que estão doentes, a solicitação deve ser feita via 156 que as encaminha ao CCZ, e os profissionais tomam as providências necessárias.' 

'Aos funcionários e frequentadores do Saudade, o CCZ recomenda que para a própria segurança dos bichanos, eles não sejam alimentados já que assim, buscarão outro lugar para viver. É importante também que sejam encaminhados para castração.


GAZETA DE PIRACICABA


Sempre tem gente do Bem, como o protetor Moisés Perecin, para dar sua contribuição!!!

Amigos protetores: coloquei um cordão de nylon no portão e nas grades laterais para impedir o acesso da cachorra esta noite/madrugada. Espero que essa noite nossos amigos bichanos tenham brincadeiras tranquilas, um soninho reparador, já que estão com a barriga cheia de comida, graças ao Sérgio, Elcian, SPPA e aos que doaram ração. Assim, enquanto não conseguimos resolver a situação definitivamente, pelo menos tentamos impedir que mais amigos peludos sejam mortos. Boa noite, que estou bem cansado. É um imenso prazer, uma felicidade indescritível partilhar essa dádiva, que é gostar de animais. 


Esse é o cão que estava matando os gatinhos do cemitério...Que sensação esquisita, ao mesmo tempo em que fico com pena desse cachorro sendo capturado, penso nos gatos estraçalhados...
E quem são os verdadeiros culpados e que nunca são punidos? Quem ABANDONA animais no cemitério!!! São essas pessoas irresponsáveis que criam o problema.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Evolução

Um dia chegará a abolição para os animais: nada de touradas, vaquejadas, rinhas, rodeios, carroças, experimentos em laboratórios, gaiolas, jaulas, caçadas, sacrifícios em rituais religiosos, matadouros...
Animais serão tratados com respeito e haverá harmonia e paz.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Ego e Eco

O homem se coloca no centro do Universo quando na verdade ele apenas faz parte do universo juntamente com as outras criaturas e plantas e depende delas para sobreviver

sábado, 15 de setembro de 2012

Gelatina de algas marinhas - sem nenhum componente de origem animal



Gelli way Diversão


É uma sobremesa gelificada à base de algas marinhas, leve e saudável que possui uma consistência das gelatinas convencionais. 
Nos sabores sortidos: morango, abacaxi, limão e uva.
Não contém nenhum componente de origem animal. 
Ideal para festinhas infantis pois não precisa de geladeira.



sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Atendimento Gratuito aos animais de donos carentes pode virar Lei



A Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) aprovou na tarde desta terça-feira (11) o Projeto de Lei 478, de 2010, de autoria do Deputado Feliciano Filho, que obriga o atendimento veterinário gratuito aos animais da população carente, em todo o Estado.

Pela lei, o atendimento não se restringirá apenas às consultas, mas também contemplará cirurgias, inclusive ortopédicas, que serão realizadas pelos órgãos de controle de zoonoses e canis municipais ou por meio de convênios com veterinários particulares, universidades ou entidades de proteção, dentre outros.

“É muito importante o atendimento gratuito aos animais da população carente, pois vários animais estavam sofrendo muito e morrendo à míngua sem atendimento veterinário, por falta de recursos financeiros,” explicou o Deputado Feliciano. “Além do sofrimento para os animais, essa situação também leva famílias inteiras a um estado de profunda tristeza e angústia. Este projeto tem a intenção de poupar os animais e as famílias do sofrimento, além de contribuir para a saúde pública.”

O PL 478/10 segue agora para a ordem do dia na ALESP, pronto para ser votada em plenário.

Veja a íntegra do PL 478/210 aqui: http://www.felicianofilho.com.br/?p=2507


-- 
Lilian Rockenbach 
Pelos Direitos dos Animais
http://lilianrockenbach.blogspot.com


terça-feira, 11 de setembro de 2012

E Volante morreu...

A tristeza no olhar de quem sabe que vai morrer...

Uma tradição bastante cruel em Tordesilhas (Espanha) é o linchamento de um touro valente por populares. Cerca de 30 ou 40 mil pessoas participam e levam crianças para serem iniciadas na prática.
É mais ou menos como a Farra do Boi em Santa Catarina ( Brasil).
Tradições que devem ser eliminadas porque envolvem tortura, uma crueldade sem finalidade alguma a não ser despertar instintos sádicos.
Volante morreu bravamente.
Apenas 110 ativistas corajosos foram lá para enfrentar a turba de 30 mil bárbaros que o lincharam em 20 minutos de agonia.
Os pedaços de sua carne foram disputados, como troféus...
Nessas horas, é vergonhoso saber que pertencermos à raça humana.
Quem é o verdadeiro animal?

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Gandhi




"Deveríamos ser capazes de recusar-nos a viver se o preço da vida é a tortura de seres sensíveis"




Mahatma Gandhi

domingo, 9 de setembro de 2012

sábado, 8 de setembro de 2012

P.A. - Partido dos animais



Ivana Maria França de Negri

Não sou de discutir e nem de me envolver em política, não é a minha praia. Mas tenho ciência de que a política rege todos os segmentos da sociedade e acaba afetando a nossa vida de uma forma ou de outra.
Ao ser questionada por uma amiga sobre qual partido eu me encaixo, respondi prontamente: PA – Partido dos Animais. Acabei postando isso no facebook, sobre o “meu partido”. Recebi centenas de “curtir” e inúmeros comentários favoráveis de pessoas apoiando e quase 200 compartilhamentos, que continuam aumentando. Se os candidatos soubessem quão imenso é o contingente de pessoas a favor dos animais e do meio ambiente, certamente se voltariam a esses grupos com mais empenho.
Os protetores de animais são pessoas de todas as classes, de profissões diferentes, mas unidas por um mesmo ideal. E defendem a causa apaixonadamente, com ardor, e jamais mudariam de lado. Muitas vezes os protetores são acusados de malucos ou simplesmente desocupados. Mas não deixam seus postos de protetores por nada, mesmo não contando com nenhum patrocínio e ajuda de ninguém, a não ser de outros protetores. Determinados, sempre prontos para colocar a mão na massa, fazem a diferença.
Esse contingente enorme de eleitores certamente tem potencial para eleger prefeitos, vereadores e deputados.
Não é apenas uma rede de proteção restrita a cães e gatos abandonados, mas algo bem mais amplo, que se estende a muitas outras áreas de atuação como animais silvestres, comércio de animais, animais de tração, verificação de maus tratos em circos, rodeios, vivissecção, atuação dos CCZs, fiscalização de matadouros e criadores de animais, e engloba até implantar a campanha mundial Segunda sem Carne na merenda escolar, a exemplo das grandes capitais como São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, que já o fizeram a fim de despertar nas crianças a consciência e também levá-las ao descobrimento de novos sabores, de novas formas de se alimentar que farão muito bem à sua saúde e à do planeta, pois o que diz respeito aos animais, está estreitamente relacionado com saúde pública e meio ambiente.
Defensores dos animais costumam lotar sessões camarárias, expõem sua opinião nos jornais, criam ongs atuantes e cobram políticas públicas e leis mais severas, já que não existe punição aos maus tratos, só penas brandas como doação de cestas básicas.
Esperamos a manifestação de todos os candidatos para saber o que têm a oferecer por esta causa, quais serão seus pontos de atuação para minimizar os problemas relacionados ao sofrimento animal. E isso engloba trabalhar na educação e conscientização, não somente tentar sanar os problemas já existentes. Animais abandonados são reflexo da desinformação e ignorância da sociedade.
Na Holanda, o partido político Party for the Animals foi o primeiro a ser criado no mundo e um dos mais respeitados. Em Portugal existe o PAN – Partido dos Animais e da Natureza, que luta por essas causas e tem milhares de eleitores fiéis e seguidores nas redes sociais.
Um dia a gente chega lá! E certamente, aparecerão muitos críticos a este texto.  Mas se existem partidos para todas as áreas humanas, por que não ter um que cuide dos interesses dos animais? A sociedade precisa olhar esses seres de uma forma diferente, como parte integrante do planeta e não como meros objetos sujeitos aos caprichos do homem, como se não sentissem dor, fome, sede, frio, tudo o que o ser humano sente.
Lembrando que animais não votam, mas seus donos e protetores, sim!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Gelado de Frutas


Saudável Gelado de Frutas 

Ingredientes: 
500 ml de suco de frutas 

1 colher de chá de sumo de limão
adoçante natural 


Misture  os ingredientes numa tigela. Coloque as fatias de frutas nas formas de sorvete, em seguida a mistura e colocar os palitos
Congelar

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Mac Donalds Vegetariano na Índia


Mac Donalds Vegetariano na Índia


SÃO PAULO - O McDonald's vai abrir na Índia suas primeiras lanchonetes exclusivamente vegetarianas, informa o Financial Times. A ideia é ganhar mercado num local onde a operação da rede de fast food ainda é pequena. Na Índia, as vacas são sagradas e comer carne é tabu.
Duas unidades serão inauguradas no ano que vem, uma em Amritsar, ao norte do país, onde fica o Golden Temple, e outra na pequena cidade de Katra, perto do santuário de Vaishno Devi. Ambos são locais de peregrinação.
"Como muitos indianos são vegetarianos, é uma ótima oportunidade para esse tipo de restaurante", afirmou Rajesh Kumar Maini, porta-voz do McDonald's na Índia. A rede já oferece opções de lanches vegetarianos, como o McVeggie, com batata e especiarias.
Apesar de estar presente na Índia há mais de uma década, o McDonald's tem apenas 271 unidades. Agora, a expectativa é dobrar essa quantia nos próximos três anos.
Pelo mundo, a rede tem 33 mil unidades e só perde para o Subway em número de unidades.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O que os olhos deles vêem...


Na fila para o matadouro eles veem seus irmãos sendo degolados, esfolados, trucidados, agonizando e todo esse sofrimento, essa dor e essa revolta, vem embutidos na carne que os humanos consomem.
Você pode fazer escolhas alimentares baseados em violência, medo e morte, ou você pode fazer escolhas alimentares com base em não-violência, respeito e compaixão. Suas escolhas são poderosos, para alguns, eles são a diferença entre vida ou morte. Abraçar e valorizar a vida como um todo, não apenas seu, mas a vida daqueles ao seu redor também.