Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

domingo, 30 de outubro de 2011

MUITO CUIDADO AO DOAR GATOS PRETOS!


- Quando alguém ligar para adotar, diga que o gato está esterilizado. Os gatos nessa situação não servem para muitos rituais.

- Deixe escapar que o gato tem alguma manchinha branca no corpo e veja a reação da pessoa. Se ela o quer para alguma magia, ele também não servirá e ela desistirá da “adoção”.

- Vá até a casa do adotante e observe cuidadosamente tudo. Faça adotante assinar um termo de adoção responsável e diga que você faz questão de fazer visitas regulares no período de adaptação, que pode durar até três meses.

- Se possível, evite entregar o gato antes da sexta-feira 13.

- Diante de qualquer dúvida, não doe.

sábado, 29 de outubro de 2011

Linguagem Animal

Penelope Smith é autora do livro LINGUAGEM ANIMAL (Editora Mercuryo), que mostra, de maneira prática, como é possível se comunicar mentalmente com qualquer animal.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Horrores da Suinocultura

Horrores da Suinocultura
Vídeo (clique e assista)

Investigação revela horrores da suinocultura

Apesar dos esforços da indústria de exploração de animais para impedir que sua tortura de animais não chegue aos olhos do públicos, com muito lobby nos corredores do poder, mais uma investigação é lançada nos Estados Unidos. 

A Mercy For Animals filmou o que acontece na Iowa Select Farms, uma fazenda de porcos nos Estados Unidos. O que os investigadores encontraram é coisa de filme de terror:

-Porcas grávidas em jaulas tão pequenas que mal cabem seus próprios corpos. 
-Funcionários arrancando os testículos de filhotes sem anestesia. 
-Filhotes com intestinos herniados porcausa de castração mal feita. 
-Filhotes cujos rabos são cortados com chave inglesa; 
-Feridas abertas em muitos animais; 
-Animais doentes abandonados à própria sorte; 
-Porcas de criação exauridas de gestações excessivas sofrendo de prolapsos urinários fatais; 
-Gerência treinando funcionários para jogar filhotes pelo ar, comparando isso com um volta em uma montanha russa. 

A investigação foi feita nos Estados Unidos, mas o fato é que onde o animal é tratado como mercadoria, ele será desrespeitado. E mesmo em casos onde se zela pelo suposto bem-estar dos animais durante a criação, no final todos têm que sofrer o horror do transporte e do matadouro. 

A melhor forma de ajudar esses animais é tornar-se vegano. Assim você corta o mal pela raiz. 

Assista o vídeo (contém cenas fortes. Se você ainda não é vegano, nós recomendamos que você faça o esforço de assistir para ver o que está financiando com o seu dinheiro)

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Gata sobrevive após ser eutanasiada em abrigo nos EUA


Fonte: ANDA

Uma gatinha chamada Andrea foi capturada na rua e levada para um abrigo de animais no Estado de Utah (Estados Unidos). Como ninguém foi ao abrigo reclamar sua ausência, ela foi eutanasiada. Ou pelo menos acharam que ela havia sido. As informações são do canal WPTV.com.
Depois de colocá-la na câmara de gás, um funcionário, ao abrir a porta, percebeu que a gata ainda estava viva. O rapaz decidiu tentar mais uma vez, fechou a porta e ligou o gás novamente. Na segunda vez, ele achou que a gatinha já estava morta. Colocou então o animal em uma sacola e depois no refrigerador.
Cerca de 45 minutos depois, dois empregados abriram o congelador para colocar outro animal que haviam acabado de eutanasiar, e ouviram um “miau”. Os funcionários se olharam e ouviram novamente o “miau”, dessa vez ainda mais forte. Eles rasgaram e encontraram Andrea viva, aterrorizada, olhando para eles com os olhos arregalados.
O diretor do abrigo resolveu levar Andrea para a “Community Animal Welfare Society” (Sociedade de Bem-Estar Animal da Comunidade). A gatinha agora está bem e a organização agora espera que ela se torne a “porta-voz” dos gatos contra as câmaras de gás.
Trata-se de um absurdo eutanasiar um animal saudável, mas infelizmente essa prática cruel e retrógrada ainda é permitida em muitos lugares. Grupos de proteção animal condenam, além da prática em si, esses métodos cruéis de “eutanásia”. Mas, apesar disso, o abrigo continua defendendo esse método.
A gatinha Andrea aparenta estar saudável, mesmo depois dos efeitos da tentativa de eutanásia. Agora ela aguarda um adotante.

sábado, 22 de outubro de 2011

Só depende de nossas escolhas...

Tudo poderia ser tão diferente...
Depende apenas de nossas escolhas, de nossas decisões...
Não comer carne é uma dessas escolhas que podem livrar milhões de seres do sofrimento 

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

AO MEU SANTINHO DE ASSIS



Ivana Maria França de Negri

Querido santinho de Assis.
Vós que fostes exemplo de humildade, andastes em andrajos e pés descalços no chão.
Vós que amastes a natureza e chamastes os astros do céu de irmão Sol e irmã Lua.
Vós que conversastes com os passarinhos e amansastes as feras da floresta apenas com vosso olhar pacífico e amoroso.
Vós que fostes poeta, pacifista, ecologista e protetor dos animais.
Vós que consolastes os sofredores, estendestes a mão aos pobres e curastes os doentes.
Vós que tivestes uma fé inabalável em Deus e jamais duvidastes da Justiça Divina.
Vós que passastes dias inteiros em arrebatamento, orando e meditando em silêncio contemplativo.
Vós que cantastes hinos em louvor ao Criador de todas as coisas com a alma sintonizada em etéreas dimensões.
Vós que abandonastes o conforto e as riquezas mundanas para viver recluso numa capelinha na montanha, escutai esta minha prece.
Peço neste dia, que derrameis vossa bênção e protegei todas as criaturas que não sabem falar, mas sentem dor, fome, sede, tristeza, como nós humanos, mas são tratadas com desdém.
Consolai as criaturas aladas presas em minúsculas gaiolas, pois nunca poderão adejar asas e voar felizes no azul do céu.
Amparai os que puxam carroças e têm o dorso coberto de escaras pelo açoite constante.
Livrai os bois de rodeio e os sangrados nas touradas desse sofrimento sem finalidade alguma que os humanos chamam de diversão.
Volvei teu olhar de bondade às pobres cobaias de laboratório que têm seus corpos retalhados em vida, sentindo dores terríveis para servir à ciência.
Derramai também um bálsamo curativo que abrande a dor das feridas dos que são abatidos em caçadas, dos que são utilizados sem piedade em rituais religiosos, e dos que têm seu corpo descarnado para que suas vísceras sirvam de alimento ao homem.
Protegei os animais de circo, presos em jaulas pequenas e sempre à mercê de crueldade dos seres humanos.
Soprai nos corações pétreos dos homens, um pouco que seja da vossa infinita bondade a fim de que a misericórdia e a compaixão neles faça morada. Amém.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Cemitério de Gatos

Aficionada por gatos, a sobrinha-neta do filósofo alemão Blumenau, fundador da cidade, tinha um local próprio para enterrar seus gatos, os quais tinham direito a funerais e cortejos fúnebres.


Foto: Cemitério dos Gatos - Blumenau - SC


Foto: vista do Cemitérios dos Gatos - Blumenau - SC

Fotos: Lysandro Lima.
Redação: Marília G. Boldorini.
Fonte: Portal Turístico e Cultural do Estado de Santa Catarina



quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Projeto de lei proíbe sacrifício de animais em rituais religiosos em SP

Leia mais sobre a polêmica
Projeto de lei proíbe sacrifício de animais em rituais religiosos em SP
Autor da ideia, deputado do PV diz ser cristão e vegetariano.

"Religioso" afirma que proposta, ainda em tramitação, resvala na 'hipocrisia'.


O deputado estadual Feliciano Filho (PV), que diz ser cristão e vegetariano, propôs à Assembleia Legislativa de São Paulo o projeto de lei 992/2011, que proíbe o sacrifício de animais em práticas de rituais religiosos no estado de São Paulo. O texto prevê multa de 300 Ufesp (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo) ou R$ 5,2 mil para cada infração, dobrando de valor em caso de reincidência.

A proposta tem provocado protestos do presidente do Fórum de Sacerdotes do Estado de São Paulo e do Instituto Nacional de Defesa das Tradições de Matriz Afro Brasileira, Tata Matâmoride. "Já entramos em contato com o presidente da Assembleia para informar que esse projeto é inconstitucional." Ele cita o artigo V da Constituição, que estabelece que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias".
Autor do projeto, Feliciano Filho reconhece que a ideia é polêmica, mas afirma que "a liberdade de culto vem depois do crime de crueldade".  Ele estima que os contrários ao projeto são uma minoria. "Não sei de onde virá a pressão, só sei que é uma minoria. Tem de valer o interesse da sociedade. Não pode valer o interesse de classe. Não queremos cercear a liberdade de culto", afirma.

O deputado está convencido de que a proposta, que começa a ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deverá ser aprovada e afirma que vai tentar ouvir as pessoas que podem sentir-se afetadas pela proposta. "A gente vai tentar porque tem muitos projetos em andamento, quando [o projeto] estiver mais perto da ordem do dia. Mas a proposta não tem vícios de iniciativa e é constitucional", afirma.
Tata Matâmoride, que também é conselheiro do Fórum Interreligioso da Secretaria de Estado da Justiça e do Comitê de Cultura de Paz da Assembléia Legislativa, afirma que a proposta revela "hipocrisia". "Todo mundo fica defendendo animalzinho, mas ninguém deixa de usar sapato de couro", afirma. De acordo com ele, caso propostas como essa sejam válidas, deve haver também a restrição ao sacrifício de animais no Natal.
O religioso diz que iniciativa igual não prosperou em Piracicaba, no interior de São Paulo, onde foi vetado em 2010 pelo prefeito Barjas Negri. "Já houve inicitaiva igual em Piracicaba, mas não colou, porque não é competência do estado legislar sobre esse assunto", diz

terça-feira, 18 de outubro de 2011

O Padre Pop e os gatos

Traiçoeiro, eu?

O Padre Pop e os gatos
Ivana Maria França de Negri

O padre Marcelo Rossi pisou na bola. Que me perdoem os defensores da liberdade irrestrita de expressão, os que condenam a censura e acham que tudo pode ser dito sem o filtro do bom senso.
Ninguém é obrigado a gostar de gatos, mas deve respeitá-los como criações divinas. Ou será que Deus se equivocou ao criar os gatos? Gosto não se discute, mas preconceito, sim.
“Gatos são traiçoeiros. Deixem seus animais perto do rádio para receberem a bênção. Se quiserem, podem trazer seus animais, menos os gatos”, foi o que disse o citado padre fazendo uma careta, no dia de São Francisco de Assis, na missa onde seriam abençoados os animais. Brincadeira ou não, repercutiu negativamente entre os amigos dos gatos e protetores de animais. Afinal, quem foi traiçoeiro, segundo a bíblia que ele prega, foi Judas, um homem, e não um gato.
Vindas de uma pessoa pública, formadora de opinião, celebridade e ídolo de multidões, essas palavras caíram como flechas ferinas. Vieram da boca do mesmo padre que canta em seu CD, com milhares de cópias vendidas, a música: “os animaizinhos subiram de dois em dois, o canguru e o sapinho como os filhos do Senhor”.
Talvez, em algum momento da sua vida o padre tenha sido influenciado por aquela fabulazinha que todos ouvimos na infância que contava que Jesus pediu água e o gato, com preguiça, urinou numa canequinha, mas o leal cão, trouxe água fresca. Seria esse o motivo da antipatia dele por gatos?
Ou seria porque a igreja, por séculos, queimou os felinos nas fogueiras da Santa Inquisição junto com suas donas, consideradas bruxas? Um papa, Inocêncio VIII, chegou até a incluir os gatos pretos na lista dos hereges e eles foram perseguidos impiedosamente e queimados com as pessoas acusadas de feitiçaria. No dia de Todos os Santos, centenas de gatos eram colocados em sacos e jogados vivos nas fogueiras. Diziam que as bruxas habitavam seus corpos e precisavam ser eliminadas. Quantos inocentes, gatos e humanos, foram incinerados nessa época negra da História?
No Aurélio, traiçoeiro quer dizer: pérfido, desleal, vil, infiel. Já tive dezenas de gatos em minha vida. Nenhum mostrou-se traiçoeiro. Se os gatos não gostam de algo, demonstram, são sinceros. E todos foram, e são, extremamente carinhosos e leais.
Mas não posso dizer o mesmo dos humanos. Já tive inúmeras decepções com pessoas. Já votei em políticos de duas caras que depois de eleitos traíram minha confiança. Já tive “amigos” que teciam elogios quando na minha presença, mas por trás caluniavam. E os gatos é que são traiçoeiros?
Não se trata de condenar quem pensa diferente. Não é crime pensar diferente. Mas quando se abre a boca para falar em público há que se ter bom senso. Nem tudo pode ser dito pois pode ter consequências desastrosas. Aprende-se nas aulas de catecismo que se peca através de pensamentos, palavras e obras.
As religiões, de modo geral, apregoam o amor universal a todos os seres, o respeito a todas as criaturas que fazem parte da obra do Deus que louvam.
Os defensores de animais são sempre execrados e tidos como xiitas. Têm que ouvir sempre a mesma ladainha: “por que não cuidam de criancinhas e idosos ao invés de animais?” E a resposta é esta: todos os seres fazem parte da criação divina e cada pessoa tem livre arbítrio para escolher o alvo de suas ações. Geralmente quem atira pedras, nada faz, nem para crianças, nem para idosos e muito menos para os animais.
Liberdade de se falar o que pensa é um direito inalienável de todos, mas o bom senso deve prevalecer sempre. Palavras proferidas não voltam. Às vezes, calar é ouro.


Tribuna Piracicabana

sábado, 15 de outubro de 2011

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Casamento de Paul Mac Cartney teve Cardápio Vegetariano

Casamento do Paul e Nancy teve cardápio vegetariano

E os 1000 euros arrecadados com as fotos do casamento foram doados para a Campanha segunda sem Carne de Londres

Dia de São Francisco de Assis na Itália

No Dia de São Francisco de Assis o padre Tomasz beija a pata de um cão na Itália. Esse gesto simbólico e significativo comoveu o mundo!


"Beijar a pata de qualquer cão é mais digno que apertar a mão de certos homens..."

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Padre Marcelo e a polêmica dos gatos



O padre Marcelo Rossi criou uma polêmica. 
Em uma missa no santuário na zona sul, transmitida pela televisão, ele afirmou que não gosta dos felinos porque são traiçoeiros, em pleno dia de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais. 
A afirmação mobilizou protetores e donos de animais que estão protestando nas redes sociais. 
Um abaixo-assinado na internet já tem mais de 2,3 mil assinaturas pedindo que o religioso se retrate.


terça-feira, 11 de outubro de 2011

A FORÇA DOS ATIVISTAS


(clique aqui)
A nova força do Mundo



Por: Leonardo Bezerra

Com poder para movimentar milhões de pessoas em todo o mundo, derrubar políticos, artistas, religiosos e autoridades. Esta é uma nova e surpreendente força no mundo. Está presente em todos os lugares. Desde a dona de casa que ao ver uma apresentadora na televisão promover maus tratos aos animais, dá um grito de alerta, até as ações bem planejadas, que envolvem veículos e até navios no sentido de libertar animais de seus cativeiros ou impedir matanças. Derruba tradições milenares como tourada, caça, rodeios, uso de carne na alimentação e faz tremer toda a indústria que de alguma forma usa animais com fins lucrativos. São os defensores dos animais, ou ativistas pelos direitos dos animais.

domingo, 9 de outubro de 2011

Encerramento da semana de lançamento da Campanha Segunda sem Carne em Piracicaba - palestra e mais degustações gratuitas

O médico Cassio Negri fala dos benefícios da alimentação vegetariana para a saúde
Alex Peguinelli, coordenador do Grupo SVB/Piracicaba faz a apresentação da Sociedade Vegetariana Brasileira convidando as pessoas a participarem
Cassio Negri palestrante da noite e Alex Peguinelli coordenador da SVB/ Piracicaba
O médico Cassio Negri  aborda os benefícios da alimentação vegetariana para a saúde das pessoas, o impacto que gera no meio ambiente a indústria  da carne  e também sobre o principal aspecto negativo, a violência  e crueldade que envolvem a criação e abate de animais
Após a palestra produtos vegetarianos para degustação
Pasteizinhos de "carne" de soja
Coxinhas crocantes veganas
A tradicional loja de frios de Piracicaba, BOM QUEIJO,  adere à Campanha Segunda sem Carne e reserva um balcão com produtos vegetarianos e promoções às segundas-feiras

Descontos e promoções às segundas-feiras
Linguiças, salames, salsichas e almôndegas da Kiggy Soya

(clique aqui)